• project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • project
  • Mensagem Semanal
  • Caros amigos:

    A cena evangélica da tempestade acalmada traz-nos de volta os fantasmas da
    pandemia, que não nos largam, apesar dos muitos apelos do mês de agosto a
    desconfinar... No alto do monte ou no alto-mar, somos desafiados a perscrutar
    o silêncio e a Palavra de Deus e a pôr a nossa confiança no Senhor. Estamos
    hoje a iniciar a 48.ª Semana Nacional das Migrações e o Papa alerta-nos para o
    drama dos deslocados dentro da nação, um drama que a crise mundial
    causada pela pandemia da COVID-19 agudizou. São tantos os deslocados,
    forçados, como Elias ou como Jesus, a fugir, dentro da sua própria terra.

  • REZAR A PALAVRA


    Senhor Jesus, porque me lanças para a outra margem, sabendo que o
    mar me agita e o barco é frágil?
    Senhor Jesus, porque me convidas a dar passos inseguros sobre águas
    desconhecidas e instáveis?
    Espero-te, Senhor, não ainda na outra margem, mas em pleno alto mar.
    Quero chegar a terra firme, mas és Tu a minha maior segurança, o meu
    porto seguro.
    Salva-me, Senhor, pois desejo-me no teu colo!

  • “NO MEIO DO MAR”

    De que mais precisaremos nós, então neste verão atípico? De quebrar, a todo
    o custo, o silêncio do confinamento, de pedir licença de ruído, de meter a
    cabeça na areia, com evasões que nos libertem do fantasma da pandemia?! Eu
    creio que nós precisamos muito de imitar o profeta Elias, a quem Deus dirige a
    palavra, dizendo: “Sai e permanece no monte à espera do Senhor”. E vede:
    nem os ventos fortes, nem os terramotos, nem o fogo lhe traziam notícias de
    Deus. Deus passou por ali, sem espavento, sem pôr a boca no trombone. Deus
    falou no murmúrio de um silêncio que se desvanece. Elias ouviu a voz de Deus
    num fino silêncio, no sibilar de um vento suave, no sopro de uma aragem
    ligeira.
    Durante semanas, neste ano de 2020, reinou o silêncio nas nossas ruas; um
    silêncio dramático e inquietante, mas que nos deu ocasião para ouvir o clamor
    dos mais vulneráveis, dos deslocados e do nosso planeta gravemente
    enfermo. O silêncio que experimentámos nesta pandemia foi um silêncio
    purificador. Não o devemos perder agora, sob pena de não compreender a
    Palavra que Deus nos quer dizer, do meio desta tempestade. Disse o Cardeal
    Tolentino: “Eu comparo muito o silêncio àquilo que é o espaço entre as
    palavras num texto. Se as palavras não tivessem um espaço, não se leriam.
    Sem o silêncio, a nossa vida não se lê ”.

INTENÇÃO DE AGOSTO - O mundo do mar

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL "AMORIS LÆTITIA" DO SANTO PADRE FRANCISCO AOS BISPOS, AOS PRESBÍTEROS E AOS DIÁCONOS, ÀS PESSOAS CONSAGRADAS, AOS ESPOSOS CRISTÃOS E A TODOS OS FIÉIS LEIGOS SOBRE O AMOR NA FAMÍLIA

Visualize neste link:

http://w2.vatican.va/content/dam/francesco/pdf/apost_exhortations/documents/papa-francesco_esortazione-ap_20160319_amoris-laetitia_po.pdf

Biografia de Frei Bartolomeu dos Mártires da autoria de Frei Raul de Almeida Rolo, revista pelo P. Jorge Alves Barbosa e cuidada graficamente pelo P. Paulo Gomes.

Poderá descarregar a biografia do Beato Frei Bartolomeu dos Mártires no link em baixo.

biografiafreibartolomeu.pdf